04 May
04May

Notícia primeiramente veiculada no site do Olhar Digital.


Você sabia que, apesar de apresentar melhores coeficientes de rendimento em cursos de tecnologia, engenharia e ciências exatas, as mulheres são minorias nestas áreas? Pois é. E a principal causa disso é, provavelmente, cultural, já que não existem diferenças nas capacidades cognitivas entre homens e mulheres. 

Pensando nisso, um grupo de mulheres do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP) e outros institutos da área de exatas criou, em 2019, o Projeto Astrominas, que oferece cursos gratuitos de Astronomia para meninas, com professoras e pesquisadoras consagradas na área. O objetivo é facilitar o acesso de jovens alunas à universidade, estreitando o contato dessas meninas com mulheres cientistas, de forma a estimular a escolha e a manutenção das carreiras de Ciência e Tecnologia, desconstruindo a ideia de que as ciências exatas não são para meninas.

E se você conhece alguma menina, de 14 a 17 anos, que se interessa pela Astronomia, esta é uma excelente oportunidade! As inscrições para o Astrominas 2022 já estão abertas e poderão ser feitas até o dia 29/05 através do formulário online disponibilizado no site do evento. O curso inclui palestras de Astronomia, Física, Geociência, Astrobiologia, Ciências Atmosféricas e Matemática. As atividades são  interativas e incluem ainda rodas de conversa, experimentos e atividades com Astrônomas e cientistas brasileiras que participam de pesquisas de ponta.

Assim como nas edições anteriores, o Astrominas 2022 é inteiramente gratuito, online e recebe meninas de todo o Brasil. Para se inscrever, a aluna precisa se identificar com o gênero feminino (cis ou trans), ter entre 14 e 17 anos completos até 30/06/2022 e estar regularmente matriculada em uma escola de Educação Básica pública ou privada. 

Entretanto, a procura é tão alta que geralmente extrapola, e muito, as vagas oferecidas. Segundo Lilian Sagan, uma das coordenadoras do projeto, nas edições realizadas em 2020 e 2021 foram mais de 24 mil inscrições para um total de 1260 vagas. 

“Isso mostra que não falta interesse em meninas aprenderem ciências exatas, naturais e do Universo. O que faltam são mais eventos como o Astrominas, voltados exclusivamente para meninas, em que elas se sintam acolhidas e à vontade para protagonizar seu aprendizado”, completa Lilian. 

Para atender esse grande público, o Astrominas contou em 2021 com uma equipe de mais de 60 cientistas e 150 “fadas madrinhas”, que são estudantes de graduação e pós-graduação das instituições parceiras e fazem o trabalho de monitoria, ajudando as meninas do curso a desenvolver todo seu potencial.

Este ano, a previsão é de 400 vagas para o evento, que será realizado entre os dias 02 e 22 de Julho de 2022. Para selecionar as participantes entre todas as inscritas, a coordenação irá realizar um sorteio, garantindo 20% das vagas entre pretas, pardas e indígenas, 60% entre estudantes de escolas públicas e 20% entre estudantes de escolas privadas. Cada selecionada deverá reservar entre 3 a 4 horas diárias para se dedicar às atividades, no horário que tiver disponível. 

As interessadas podem conhecer um pouco mais sobre o Astrominas 2022 acessando o site do evento, onde também poderão preencher o formulário de inscrição e aguardar o sorteio das vagas, que deve ocorrer em 3 de junho.

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.